Autoteste da Borreliose e Doença de Lyme

Autoteste que deteta a presença de anticorpos IgM específicos no sangue, em caso de mordida de carraça.

ID INFARMED 492875

CNP 6633883

Descrição


Teste a sua saúde
Recolha a amostra com facilidade e segurança e realize o teste imediatamente.
*Consulte a bula para mais informação.

COMO UTILIZAR

BORRELIA E DOENÇA DE LYME

As carraças são insetos que vivem na vegetação rasteira de matas e florestas, de zonas climáticas temperadas. Estes insetos podem estar infetados por uma bactéria (Borrelia) que pode então ser transmitida aos humanos (1 a 2% de risco de transmissão) após mordida no braço, perna ou qualquer outra zona do corpo não protegida com roupa. A bactéria Borrelia afeta o sistema nervoso e pode levar a desordens neurológicas graves, causando a Doença de Lyme. As estirpes europeias de Borrelia incluem B. afzelli, B.  garinii, B. burgdoferi sensu stricto, B. spielmanii e B. bavariensis que são patogénicas.  As espécies B. valaisiana e B. lusitaniae são potencialmente patogénicas. A infeção pode também causar lesões cutâneas e artrite. Entre 3 a 10 dias, ou por vezes, várias  semanas após a mordida, pode ocorrer na área afetada inflamação e vermelhidão  (eritema). A inflamação pode ser associada a um estado febril.

A QUEM SE DESTINA

O TESTE BORRELIOSE está indicado para pessoas que tenham sido mordidas por uma carraça e começaram a experienciar sinais comuns de infeção como vermelhidão da pele, febre, dor de cabeça e cansaço.

BENEFÍCIOS

Verificar a presença de anticorpos específicos contra a bactéria Borrelia pode ajudar num diagnóstico rápido da doença.

PRINCÍPIO DO TESTE

Em caso de infeção, o sistema imunitário reage através da libertação de anticorpos específicos contra a bactéria Borrelia. Uma categoria particular de anticorpos (IgM: imunoglobulinas M) pode ser detetado entre 2 a 6 semanas após contágio.
A Doença de Lyme desenvolve-se em 3 fases: 1ª fase (2 a 4 semanas) os anticorpos IgM aparecem apenas em 40 a 60% dos casos. Durante a 2ª fase (4 a 6 semanas depois), os anticorpos são detetáveis em 70 a 90% dos casos. Na 3ª fase os anticorpos estão geralmente presentes e podem ser detetados.
Com o TESTE BORRELIOSE é possível detetar a presença destes anticorpos específicos. Os melhores resultados podem ser obtidos entre a 2ª e 6ª semana após a  mordida.

ESPECÍFICAÇÕES DO TESTE

90.0% SENSIBILIDADE
85.7% ESPECIFICIDADE
88.0% PRECISÃO GERAL

Dados de desempenho obtidos em estudo clínico com 184 participantes inscritos. ELISA Enzygnost, MiniVIDAS BIOMERIEUX, Liaison DIASORIN foram utilizados como  método de referência.

O teste deve ser realizado entre a 2ª e 6ª semana após mordida de carraça ou assim  que uma inflamação (eritema) surgir numa parte do corpo que possa ter estado exposta a uma mordida de carraça.
Recomenda-se cuidado com a toma de anticoagulantes ou doença hemofílica.

EVIDÊNCIA CLÍNICA

1. Wick M, Pingerra W, Lehmann P, Iron metabolism: diagnosis and therapy of anemias, 5th ed, Vienna, New York: Springer Verlag, 2003; p. 151.
2. Worwood M. The laboratory assessment of iron status – an update. Clin Chim Acta 1997; 259: 3-23. 3. Kaltwasser JP, Werner E. Diagnosis and clinical evaluation of iron overload. Baillieres Clin Haematol 1989; 2; 363-89.
4. Baynes RD, Cook JD. Current issues in iron deficiency. Curr Opin Hematol 1996; 3:145-9. 5. Lee MH, Means RT Jr. Extremely elevated serum ferritin levels in a university hospital: associated diseases and clinical significance. Am J Med 1996; 98: 566-71.

1)  A amostra é uma gota de sangue extraída com a lanceta estéril contida na caixa.

2)  Apertar o dedo até obter uma gota de sangue (50 μI) e recolher  a gota com a pipeta  de plástico.

3)  Colocar a gota de sangue no ponto indicado no dispositivo.

4)  Adicionar o reagente, aguardar 10 minutos e verificar o resultado.

CONTEÚDO: 1 bolsa de alumínio selada contendo: 1 dispositivo de teste e 1  saco dessecante; 1 saco de plástico transparente contendo a pipeta para  recolha de sangue; 1 frasco conta-gotas contendo o reagente; 2 lancetas  esterilizadas para a amostra de sangue; 1 compressa com álcool; 1 folheto com instruções de uso.

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “Autoteste da Borreliose e Doença de Lyme”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

[njwa_button id="509"]

Options

X