Autoteste de Doença Celíaca – Prima Lab

Autoteste para a deteção de anticorpos específicos contra PGD (péptidos de gliadina deaminada), IgA e IgG no sangue, a fim de verificar a presença de uma possível intolerância ao glúten.

ID INFARMED 492879

CNP 6633875

Descrição


Teste a sua saúde
Recolha a amostra com facilidade e segurança e realize o teste imediatamente.
*Consulte a bula para mais informação.

O QUE É A DOENÇA CELÍACA

A Doença Celíaca (DC), também conhecida por enteropatia glúten-induzida, é uma desordem inflamatória crónica do intestino delgado, causada pela ingestão de produtos alimentares com glúten, em pessoas suscetíveis. É uma doença multifatorial, que inclui condições genéticas e ambientais. O gatilho ambiental é representado pelo glúten, enquanto a predisposição genética, foi identificada na região do complexo principal de histocompatibilidade, o que causa a presença de anticorpos específicos contra o glúten e os seus componentes. A Doença Celíaca não é uma desordem rara, como se pensava anteriormente, tem uma prevalência global de cerca de 1%. A razão para este sub-reconhecimento deve-se principalmente ao fato de metade das pessoas afetadas não possuírem os clássicos sintomas gastrointestinais, mas sim manifestações não específicas de défices nutricionais ou não possuem sintomas de todo.

O QUE É SÃO GLUTEN,GLIADINA E PGD

O glúten é uma proteína encontrada no trigo, composta por glutenina e gliadina. O glúten ajuda os alimentos a manter a forma, agindo como uma cola, que mantém a comida junta. A gliadina é a parte do glúten responsável pela Doença Celíaca, é um péptido hidrossolúvel do glúten que pode passar através do epitélio intestinal. PGD: Os péptidos de gliadina deaminada são o resultado da ação das enzimas transglutaminases e a sua deteção pode aumentar a sensibilidade, especificidades e precisão da triagem da Doença Celíaca.
O Teste DOENÇA CELÍACA determina a presença de anticorpos anti-PGD, IgA e IgG no sangue e é utilizado como suporte no diagnóstico de Doença Celíaca, que deve ser confirmado por um profissional de saúde.

BENEFÍCIOS

O subdiagnóstico é comum e o impacto dos sintomas na qualidade de vida podem ser graves. Verificar a presença de anticorpos específicos contra PGD é uma ferramenta útil para detetar a Doença Celíaca.

A QUEM SE DESTINA

Pacientes com sintomas (inchaço abdominal, dor, diarreia crónica, vómitos, obstipação, fezes pálidas, gordurosas ou com cheiro fétido, perda de peso, fadiga, irritabilidade, problemas comportamentais, defeitos no esmalte dos dentes, atraso no crescimento e puberdade);
Paciente com histórico familiar de Doença Celíaca;
Pacientes com diabetes tipo I.

PRINCÍPIO DO TESTE

O TESTE DOENÇA CELÍACA é baseado numa reação imunocromatográfica. Se os anticorpos (IgA e IgG) estiverem presentes na amostra, irão reagir com a gliadina deaminada. Um resultado positivo significa que a concentração de anticorpos é próxima de 20 U/mL.

ESPECÍFICAÇÕES DO TESTE

20 U/ML VALORES LIMITE (CUT-OFF)
>81.0% SENSIBILIDADE
>94.0% ESPECIFICIDADE
>90.0% PRECISÃO GERAL

Dados de desempenho obtidos em estudo clínico com 200 participantes inscritos.A análise ImmunoCap Thermofisher PGD IgG/IgA (ELISA) e a análise Zenit RA Menarini PGD IgG/IgA (Quimioluminescente IA)foram utilizadas como método de referência.

EVIDÊNCIA CLÍNICA

  1. P.D. Mooney, S.H.Wong, A.J.Johnston, M.Kurien, A.Avgerinos and D.S.Sanders “Increased detection of celiac disease with measurement of Deamidated Gliadin Peptide Andtibody befor endoscopy” Cli,Gastroenterology and Hepatology 2015;13:1278-1284
  1. N. R. Lewis & B. B. Scott “Meta-analysis: deamidated gliadin peptide antibody and tissue transglutaminase antibody compared as screening tests for coeliac disease” Alimentary Pharmacology & Therapeutics
  1. A. Lammi, P. Arikoski, S. Simell, T. Kinnunen, V. Simell, S Paavanen-Huhtala, A. Hinkkanen, R. Veijola, M. Knip, J. Toppari, O. Vaarala, O. Simell, and J. Ilonen “Antibodies to Deamidated Gliadin Peptide in Diagnosis of Celiac Disease in Children” Gastroenterology – JPGN 2015;60: 626–631

COMO UTILIZAR

1)  A amostra é uma gota de sangue extraída com a lanceta estéril contida na caixa.

2)  Apertar o dedo até obter uma gota de sangue (50 μI) e recolher com a pipeta de  plástico.

3)  Colocar a gota de sangue recolhida com a pipeta dentro do frasco-conta-gotas.

4)  Adicionar o reagente, aguardar 10 minutos e verificar o resultado.

CONTEÚDO: 1 bolsa de alumínio selada contendo: 1 dispositivo de teste e 1 saco dessecante; 1 saco de plástico transparente contendo a pipeta para recolha de sangue; 1 frasco conta-gotas contendo o reagente; 2 lancetas  esterilizadas para a amostra de sangue; 1 compressa com álcool; 1 folheto com instruções de uso.

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “Autoteste de Doença Celíaca – Prima Lab”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

[njwa_button id="509"]

Options

X